Elon Musk revela que seu serviço de Internet via satélite será 40% mais rápido do que a fibra óptica

Em sua conta no Twitter, o empresário americano confirmou que, graças aos lasers com os quais os satélites Starlink serão equipados, será possível transferir dados em um instante.

O projeto Starlink de Elon Musk, que consiste em uma constelação de satélites que fornecerão internet banda larga, poderá transferir dados mais rápido que a fibra ótica, atingindo velocidades próximas à da luz no vácuo, sem a necessidade de estações no Land, conforme revelou o empresário esta semana ele mesmo.

Em sua conta no Twitter, o fundador do Space X e da Tesla confirmou que, graças aos lasers, com os quais os satélites Starlink serão equipados, será possível transferir dados em um instante.

“Os links de laser aliviam as limitações das estações terrestres, então os dados podem ir, por exemplo, de Sydney a Londres através do espaço, que é cerca de  40% mais rápido do  que a velocidade da luz em fibra óptica e um caminho mais curto”, escreveu Musk.

“Além disso, não há necessidade de estações terrestres em todos os lugares. O Ártico terá grande largura de banda!” O bilionário sul-africano tuitou.

O projeto Starlink lançado pela SpaceX visa fornecer acesso rápido à Internet de alta velocidade em todo o planeta no futuro.

Categoria:Geral