Pastor batiza melhor amigo após passar 30 anos orando por ele

O renomado pastor e autor Francis Chan revelou que depois de 30 anos orando para que seu melhor amigo reconhecesse Jesus Cristo como seu Salvador, ele finalmente foi capaz de batizá-lo.

Chan destaca que a oração é essencial em tais casos, admitindo que as suas tentativas no passado de tentar “convencer” as pessoas através de argumentos racionais eram “ridículas”.

Leia maisO pastor, que trocou sua megaigreja para se dedicar a escrever livros e promover seminários de discipulado, reconhece que é comum os cristãos sentirem-se desanimados após passarem alguns anos orando por alguém e não veem mudanças.

Citando as trevas espirituais que o apóstolo Paulo descreveu em 2 Coríntios 4:3-6, declarou: “Todos nós andamos em completa escuridão espiritual a menos que Deus decida nos iluminar. De alguma maneira misteriosa, Deus brilha luz no coração de uma pessoa para que ele veja a beleza do Evangelho. Nenhum esforço humano pode produzir isso. A salvação é um milagre de Deus”.

“Muitos de nós afirmamos acreditar nesta verdade teológica, mas nossas ações mostram o contrário, revelando o quanto confiamos em pessoas, discursos e eventos”, revela.

30 anos de espera

O pastor americano, famoso por seu livro “Louco Amor”, lembra que Jesus deixou claro em Lucas 18:1 que devemos “sempre orar e não desanimar”. Em seguida, contou como foi sua experiência pessoal de orar durante 30 anos pela conversão de seu melhor amigo.

“Meu melhor amigo na escola não queria seguir a Jesus. Ouvir aquilo foi decepcionante. Ken e eu seguimos caminhos separados, e nossas vidas seguiram em direções opostas. Mas nunca parei de orar por ele. Sempre que o nome de Ken surgia em minha mente, a oração era o meu reflexo natural”, assevera.

Eles voltaram a se encontrar dois anos atrás, quando Chan pregou em Seattle, onde Ken morava. “Eu o convidei para o evento para que pudéssemos nos reconectar. Nos formamos no ensino médio em 1985. Então, depois de 30 anos de oração, Deus decidiu acender sua luz em seu coração. Jesus entrou em seu coração e ele não podia acreditar como não conseguia ver isso todo esse tempo”, acrescentou. Algumas semanas depois, o pastor batizou seu melhor amigo e a esposa dela.

Chan enfatiza que decidiu compartilhar esta história como um lembrete aos cristãos de que “nenhuma alma está longe demais para Deus”. Ele exorta os crentes a fazerem orações continuamente por aqueles que rejeitam a Cristo.


Categoria:Geral

Deixe seu Comentário