4 cidades americanas que obrigam você a ter uma arma. Por lei

1. Kennesaw

A cidade de 30 mil habitantes no estado da Georgia, no sul dos EUA, aprovou uma lei municipal que obriga a posse de armas em 1982 – a primeira da história do país. Você pode ler o documento na íntegra aqui. O trecho que interessa, em tradução livre, diz o seguinte: “De maneira a colaborar com o gerenciamento de emergências, e para resguardar a segurança e o bem-estar da cidade e seus habitantes, todo chefe de família que resida nos limites da cidade deve possuir uma arma de fogo e munição.”

O serviço de checagem de fatos Snopesexplica que a há exceções óbvias – como criminosos, pessoas de baixa renda ou com transtornos mentais graves. Além disso, a polícia, na prática, não bate na sua porta para verificar se você tem mesmo uma pistola na gaveta. A medida é, acima de tudo, simbólica. “Nossa intenção nunca foi colocar a lei em prática”, afirmou em 2013 o tenente Craig Graydon, da polícia local. “É uma forma de afirmação política, um jeito de apoiar o direito do cidadão de portar armas, garantido pela Segunda Emenda à Constituição.”

2. Gun Barrel City

Parece piada, mas existe, no norte do estado do Texas, uma “cidade do cano de arma”. Assim, ao pé da letra. Ela tem 5,6 mil habitantes e foi fundada em 1969. A comunidade que lhe deu origem, porém, existia há mais tempo, e reza a lenda que foi esconderijo de criminosos célebres como a dupla Bonnie e Clyde.

Em 2013, o conselho local – uma espécie de câmara dos vereadores – fez jus ao nome da comarca e aprovou de forma unânime uma resolução que incentiva seus moradores a adquirirem armas de fogo. “Nós não estamos dizendo que você é obrigado a ter uma arma”, afirmou ao Texas MonthlyGerry Boren, da prefeitura. “Mas se você quiser ter uma arma, você tem esse direito, e nós vamos apoiá-lo”.

De fato, o texto da norma, apesar de claramente inspirado no de Kennesaw, fica só na sugestão: “De maneira a prover e resguardar a segurança e bem-estar geral da cidade e de seus habitantes, a prefeitura apoia todo chefe de família que resida nas fronteiras da cidade a ter uma arma e munição.”

Nelson_Georgia_city_hall© Wikimedia Commons Nelson_Georgia_city_hall

3. Nelson

No mesmo ano que Gun Barrel City, Nelson, cidade de 1,3 mil habitantes na Georgia, tornou o porte de arma obrigatório em seu território. As exceções são as mesmas de Kennesaw: criminosos e pessoas incapacitadas por qualquer motivo ficam de fora – e na prática, ninguém vai preso se não dormir com um rifle debaixo do travesseiro. O único policial do vilarejo, Heath Mitchel, afirmou à imprensa: “é um ‘meio de intimidação’, mas eu não vou passar de casa em casa verificando”.

O fato de Nelson e Gun Barrel City terem publicado seus documentos em 2013 não é coincidência. Ambos foram protestos contra as tentativas da gestão Obama de aprovar restrições mais rígidas para a compra e porte de armas.

Virgin_Utah© Wikimedia Commons Virgin_Utah

4. Virgin

Virgin é menor que a menor cidade brasileira, Serra da Saudade, em Minas Gerais, com 800 habitantes. Os 600 moradores do vilarejo de Utah – que consiste em uma estrada árida rodeada de cinco ou seis quarteirões – são obrigados a possuir uma arma desde maio de 2000. Jay Lee, prefeito na época, afirmou à ABC que a aprovação da lei passou quase despercebida: a maior parte dos habitantes já tinha uma arma.

Categoria:Geral

Deixe seu Comentário